UFSC » Portal do STAE » Noticias
Informações úteis a Servidores Técnico-Administrativo em Educação da UFSC

 “A Cor da Nossa Tela” e o encontro com a pluralidade artística
Publicado em 3 de dezembro de 2016

Obras de diferentes tempos e linguagens. Em comum, autores que têm uma ligação com Santa Catarina. Esta é a exposição “A Cor da Nossa Tela”, que fica até o dia 16 de dezembro na reitoria da UFSC.

Uma oportunidade única de conhecer trabalhos de Rodrigo de Haro, Albertina Prates, George Peixoto, Vera Sabino, Flávia Fernandes, Tércio da Gama, Idésio Leal, Mônica Priori, Ivan de Sá, Ivan Alves Pereira, Marco Giacomelli, Juliana Hoffmann, Rubens Oestroem e Patrícia di Loreto.

“É muito interessante ver um desenho antigo e outro mais contemporâneo, o que os artistas estão usando como expressão, o que eles têm em comum, acho maravilhoso”, diz Flávia Fernandes.

Já Ivan de Sá destaca os documentários que originaram a exposição. “Eles dão uma ideia maior do trabalho do artista, mostra seu território, o lugar onde trabalha, a trajetória criativa, os temas que ele foca e como se inspira”.

A exposição tem curadoria de Joi Cletison, é organizada pela Secretaria de Cultura e Arte da UFSC e do Museu da Escola Catarinense (MESC/UDESC),  com apoio da TV UFSC, que desde 2015 produz a série “A Cor da Nossa Tela”. “Com produções assim, a emissora, mesmo com suas limitações, exerce o papel que é da TVs públicas, de retratar a arte, cultura e ciência”, afirma Zeca Nunes Pires, idealizador e diretor da série na TVUFSC.

Na abertura, dia 30, presenças do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, da vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann, da secretária de Cultura e Arte da UFSC, Maria de Lourdes Borges, do diretor da TV UFSC, Felipe Laval e de Sandra Meyer, que dirige o Memorial Meyer Filho.

:: Exposição A Cor da Nossa Tela

Datas: Até 16 de dezembro de 2016

Horários de visitação: 8h às 18h

Local: Hall da Reitoria da UFSC. Campus Reitor João David Ferreira Lima, bairro Trindade, Florianópolis (SC)

 

Facebook Twitter

Hospital Universitário divulga quantitativo de inscrições homologadas para o concurso público
Publicado em 2 de dezembro de 2016

O Hospital Universitário (HU/UFSC), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) divulgou o quantitativo de inscrições homologadas para o concurso que vai selecionar profissionais para o Hospital.

O concurso público será realizado no dia 18 de dezembro de 2016 (domingo) e visa o preenchimento de 421 vagas distribuídas nas seguintes áreas – 119 vagas na área médica; 287 vagas na área assistencial; e 15 vagas na área administrativa.

As inscrições totalizaram 29.778, sendo homologadas 18.277. Para a área médica foram homologadas 1.083, na área assistencial, 12.118, e para a administrativa, 5.076.

Os Editais Normativos na íntegra e outras publicações referentes ao concurso público estão disponíveis nos sites www.ibfc.org.br e www.ebserh.gov.br.

Facebook Twitter

Pós em Ciência dos Alimentos recebe inscrições até 9 de dezembro
Publicado em 1 de dezembro de 2016

O Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos divulgou o edital do processo seletivo para ingresso no primeiro semestre de 2017.

As inscrições para mestrado e doutorado vão até 9 de dezembro.

Mais informações na página do programa.

 

 

Facebook Twitter

Exposição ‘A cor da nossa tela’ segue até dia 16 no hall da Reitoria
Publicado em 1 de dezembro de 2016

A Universidade Federal de Santa Catarina recebe, a partir de 29 de novembro, a exposição de arte “A cor da nossa tela”. A cerimônia de abertura será no dia 30 de novembro às 17h, com a presença de artistas e autoridades. O público terá a chance de conferir quadros originais de cerca de 40 de artistas consagrados, como Meyer Filho, Jairo Schmidt, Eli Heil, Silvio Pléticos, Vera Sabino, Diego de los Campos e Rodrigo de Haro.

A exposição fica até o dia 16 de dezembro na UFSC e a partir de 10 de janeiro estará no Museu da Escola Catarinense (MESC) da Udesc. A iniciativa é da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da UFSC, MESC/Udesc e apoio da TV UFSC. Com curadoria de Joi Cletison, a exposição “A cor da nossa tela” tem origem no programa homônimo da TV UFSC que, desde junho de 2015, apresenta o trabalho de artistas plásticos que têm em comum sua conexão com Florianópolis.

A ideia da exposição é divulgar e celebrar a diversidade e a riqueza da arte, proporcionando ao público o contato com as diferentes gerações de artistas, suas linguagens, temáticas e suportes. Muitas obras saem pela primeira vez dos ateliês e das paredes de colecionadores. O ambiente da exposição contará com um monitor onde serão exibidos todos os episódios da série da TV UFSC. Ao lado de cada quadro, o visitante verá uma etiqueta de QR-Code, para o visitante acessar por celular o vídeo sobre o artista.

A série “A cor da nossa tela” é dirigida pelo cineasta Zeca Nunes Pires e participam da equipe Solana Llanes, Fernanda Facchin, Carol Morgan, Gabriela Augusto, Érico Monteiro e Laura Tuyama. Até o momento foram produzidos mais de 40 episódios e o objetivo é registrar ainda mais expressões das artes plásticas da cidade. Confira todos os vídeos: http://tv.ufsc.br/programas/a-cor-da-nossa-tela/

A cor da nossa tela_ConviteServiço

O quê: exposição “A cor da nossa tela”.

Quando: 29 de novembro a 16 de dezembro de 2016.

Onde: hall da Reitoria da UFSC – Campus Reitor João David Ferreira Lima, bairro Trindade.

Como assistir aos vídeos durante a exposição:

  • no celular, instale algum aplicativo de leitor de QR Code (sugestão: Google Goggle);
  • acesse o aplicativo e aponte para o código;
  • você terá acesso ao vídeo no YouTube.
Facebook Twitter

Grupo de teatro do Colégio de Aplicação apresenta ‘Otelo não está morto (?)’ dias 2, 3 e 4
Publicado em 1 de dezembro de 2016

cartaz Otelo 1Nos dias 2,3 e 4 de dezembro (sexta, sábado e domingo) os alunos do Colégio de Aplicação (CA) da UFSC, ligados ao grupo de Teatro do CA, apresentam a peça “Otelo não está morto”, coordenados pela professora Nara Wedekin.

Mais informações: nara.wedekin@ufsc.br

Facebook Twitter

Curso pré-vestibular abre inscrições gratuitas para Simulado UFSC Online 2017
Publicado em 1 de dezembro de 2016

O maior curso preparatório para Enem e vestibulares do país, o Pró Universidade, já está com as inscrições abertas e gratuitas para o Simulado UFSC Online. As provas são realizadas no mesmo período das inscrições, até 4 de dezembro, e as questões são direcionadas apenas para o vestibular da Universidade Federal de Santa Catarina.

A prova online contém questões somatórias e são baseadas nos conteúdos que podem compor as avaliações do Vestibular 2017 da UFSC, permitindo ao aluno ter fazer um teste muito próximo uma da prova real. Os participantes terão duas horas e 30 minutospara fazer o exame e poderão conferir o desempenho ao término do simulado.

O Simulado UFSC Online já contou com a participação de mais de 35 mil alunos e é considerado a forma mais prática de testar os conhecimentos adquiridos durante os estudos para o vestibular da UFSC, que acontece nos dias 10, 11 e 12 de dezembro.

O projeto é realizado pelo Pró Universidade em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) da UFSC.

Serviço:

O quê: Simulado UFSC Online

Inscrição: até 4 de dezembro pelo site www.prouniversidade.com.br

Data do simulado: até 4 de dezembro;

Valor: Gratuito

Mais informações pelo telefone (48) 3028-9890

Facebook Twitter

Vestibular 2017: UFSC divulga relação candidato/vaga
Publicado em 1 de dezembro de 2016

A Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou a relação candidatos/vaga para o Vestibular 2017, cujas provas se realizarão nos dias 10, 11 e 12 de dezembro. O total geral de inscritos foi de 33.806, dos quais 986 são candidatos por experiência. No concurso de 2016 foram 36.738 candidatos inscritos, dos quais 1.420 por experiência.

Os candidatos já podem consultar o local de prova.

São oferecidas 4.590 vagas (correspondendo a 70% do total de vagas da Instituição) em 102 opções de cursos presenciais de graduação, nos cinco campi da instituição – Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville.

Cursos mais procurados

Medicina ainda é o curso mais concorrido, com 7.541 inscritos, resultando na relação geral de 215,46 candidatos por vaga. Os outros nove cursos mais procurados são: Direito – Diurno (46,26); Arquitetura e Urbanismo (43,57); Nutrição (41,88); Direito – Noturno (39,74); Psicologia – Bel/Lic – Diurno (39,26); Cinema – Bel – Diurno (35,20); Engenharia Química – Diurno (31,94); Odontologia (31,89) e Engenharia Civil – Diurno ( 28,79).

Confira a relação candidato/vaga em cada categoria.

Classificação Geral

PAA - Escola Pública – Renda até 1,5 Sal. Mínimos – PPI (Pretos, Pardos e Indígenas)

PAA - Escola Pública – Renda até 1,5 Sal. Mínimos – Outros

PAA – Escola Pública – Renda acima de 1,5 Sal. Mínimos – PPI (Pretos, Pardos e Indígenas)

PAA – Escola Pública – Renda acima de 1,5 Sal. Mínimos – Outros

Além do vestibular, a UFSC oferta 30% do total de vagas para ingresso via Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Mais informações em http://vestibular2017.ufsc.br/

 

Facebook Twitter

Avaliação institucional de professores e disciplinas inclui participação direta dos alunos de graduação
Publicado em 1 de dezembro de 2016

cpa_01-01Todo estudante de graduação da UFSC (presencial e EaD) será convidado, a partir do dia 28 de novembro, a responder ao questionário de avaliação institucional e de curso – este abrange as disciplinas que realizou no segundo semestre de 2016 e os professores que as ministraram.

Os alunos não serão identificados, pois uma das principais regras da consulta é o sigilo. O anonimato evita qualquer tipo de constrangimento e o estudante tem liberdade para indicar os pontos que julgar necessários. Um maior número de participantes traçará mais fielmente a situação do curso e os problemas a serem resolvidos.

Os questionários devem ser respondidos pelo sistema Collecta. O acesso é pelo IdUFSC, na página de Autenticação. O convite aparecerá nesse endereço até março de 2017. As questões foram revisadas e, na próxima consulta, se apresentarão de maneira mais condensada e amigável, com espaços para manifestação

Na parte que avalia disciplina e docente, o aluno irá responder a 70 questões – considerando que participou de cinco disciplinas no semestre – e às relacionadas à instituição, sete, totalizando 77. Os estudantes devem atribuir nota de 1 a 5 para cada questão. Pode parecer um número elevado à primeira vista, porém o tempo demandado para toda a avaliação é de aproximadamente 10 minutos. E se preferir, existe a possibilidade de fazê-la de forma parcial.

TAEs, professores e gestores são os próximos a participar

Em 20 de dezembro de 2016, a consulta será aberta aos servidores técnico-administrativos em Educação (TAEs), professores e gestores, os quais também precisam se conscientizar sobre a importância da participação, sendo os TAEs o segmento que tem apresentado menor retorno.

Ambas as consultas não têm data prevista de encerramento, estimada para final de fevereiro e início de março.

Comissão Própria de Avaliação da UFSC

Os trabalhos que envolvem os processos internos de avaliação na UFSC são desenvolvidos pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), órgão colegiado permanente instituído por lei, composto por dez integrantes da comunidade universitária e dois da externa, sendo presidida atualmente por Sérgio Luiz Ferreira. Na busca por melhor qualidade no ensino, as CPAs foram criadas pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes) em 2004.

Oportunidade de ser ouvido

“O estudante não se dá conta da força e da importância que tem no processo de avaliação da instituição.” “É uma questão de cultura”, ressalta Sérgio. Antes de ingressar em uma universidade, o aluno tem “a ideia de que somente ele é avaliado”; e “não se sente, muitas vezes, ator desse processo”.

A avaliação é o único instrumento legal e institucional que dá voz ao estudante que busca melhorias no curso. Por desconhecimento, reclamações do tipo são registradas na Ouvidoria da UFSC, que não é o canal correto, pois não terá uma atuação tão efetiva na resolução do problema quanto a da avaliação, respaldada pela comissão do MEC.

A primeira avaliação de curso pela CPA foi realizada no primeiro semestre de 2015. As solicitações às chefias estão sendo feitas, e, com mais esta quarta avaliação, a Comissão vem construindo um histórico que, gradualmente, fortalece o instrumento. “Nós temos cursos de excelência, muito bem-avaliados pelos próprios estudantes. Atualmente, os problemas levantados são ainda pontuais, o que torna mais fácil identificá-los e resolvê-los”, acrescenta Sérgio. Mas cabe ao aluno fazer a sua parte, sendo peça-chave nesse processo de construção do ensino de qualidade.

Alunos de graduação irão avaliar:

Curso: disciplinas cursadas no semestre (quatro questões cada) e docentes que as ministraram (dez questões cada)

Instituição: cerca de sete questões sobre os seguintes eixos:

- “Planejamento e Avaliação Institucional” (eixo 1);
- “Desenvolvimento Institucional” (eixo 2); e
- “Políticas de Gestão” (eixo 4).

Os eixos avaliados pela instituição resultarão em um relatório, com base nos dados coletados, a ser encaminhado ao MEC, obrigatoriamente, em março do ano seguinte.

Os questionários de avaliação de curso foram elaborados em conjunto com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd).

Como ocorre o processo:

Com o encerramento dos períodos de consulta, os resultados com as notas médias de cada disciplina e de cada docente serão divulgados por meio de relatórios gerais na página da CPA. Os coordenadores de curso e chefes de departamento serão informados por e-mail e poderão acessar também as informações específicas de seu curso ou departamento no sistema Collecta.

As médias entre 3 e 4 são consideradas situações de alerta, e as que estão abaixo de 3 são relativas aos pontos fracos. As médias entre 4 e 5 são os pontos fortes observados. Os gestores, ao tomarem conhecimento dos resultados, devem discuti-los juntamente com estudantes e professores a fim de que sejam realizadas ações de melhoria dos itens mal avaliados.

Os resultados gerais estão disponíveis no site da CPA ou podem ainda ser solicitados às coordenações de curso. No caso de resultados específicos sobre disciplinas ou docentes, com notas abaixo de 4, o acesso se dá somente com pedido aos coordenadores. A CPA reforça que os centros acadêmicos precisam atentar mais para essa questão e intermediar esse processo.

O sistema de coleta e disponibilização de dados está sendo discutido na Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC) e deve passar por reformulações a partir de 2017.

Acesse aqui o último relatório geral de avaliação de curso.

Mais informações: cpa.ufsc.br

Rosiani Bion de Almeida/Agecom/UFSC

 

 

Facebook Twitter

Teatro da UFSC recebe apresentação musical ‘Victor Giudice na Pauta’
Publicado em 1 de dezembro de 2016

 O Teatro da UFSC será palco do show musical “Victor Giudice na Pauta” nesta quinta-feira, 1º de dezembro, às 19h, o, realizado pelo Laboratório Floripa em Construção Transdisciplinar em Arte, Cultura e Política (LabFLOR) da UFSC, com apoio do edital Procultura 2016, da Universidade. O evento será uma homenagem ao escritor e compositor carioca, falecido em 1997, reconhecido pela crítica como um dos maiores escritores brasileiros.

O show será uma apresentação de canções inéditas deixadas por Victor Giudice, cantadas pela professora, cantora e compositora Tereza Virginia na companhia dos músicos Júlio Córdoba e Homem Netto, no violão, e de Neno Moura, na percussão. O evento é gratuito e aberto à comunidade. Victor-giudice-na-pauta-fotoEneidaVieira WEB

Sobre Victor Giudice

Giudice foi um escritor carioca, falecido em 1997, agraciado com o Prêmio Jabuti em 1995 por sua obra-prima O museu Darbot e outros mistérios. Traduzido em inúmeros países, Giudice foi comparado desde seu primeiro livro, Necrológio, de 1972, a nomes como Cortázar e Borges. Reconhecido pela crítica como um dos maiores escritores brasileiros, sua obra está há décadas esquecida pelo mercado editorial. Além de escritor, com uma obra que alia um estilo ímpar à crítica à sociedade e suas instituições, Giudice era também compositor.

Entre as suas obras estão os contos: Necrológio (1972), Os banheiros: contos (1979), Museu Darbot e outros mistérios (1994) e Salvador janta no lamas: contos (1989). Além dos romances: Sétimo punhal (1995) e Bolero (1985).

A capacidade do Teatro da UFSC é de 108 lugares (sentados).

O Teatro da UFSC faz parte do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Serviço

O quê: Show Musical “Victor Giudice na Pauta”

 Quando: 1ª de dezembro de 2016, quinta-feira, às 19h.

 Onde: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC.

 Quanto: Gratuito e aberto à comunidade

 Contato: Departamento Artístico Cultural da UFSC – www.dac.ufsc.br

 Clara Comandolli de Souza /Estagiária de Jornalismo/DAC/SeCArte/UFSC

Facebook Twitter

Conselho Universitário reúne-se nesta sexta-feira no campus de Araranguá
Publicado em 1 de dezembro de 2016

dest_araranguaO Conselho Universitário (CUn) se reúne em sessão ordinária no dia 2 de dezembro (sexta-feira), às 14h, no Campus Araranguá, com transmissão ao vivo.

Ordem do dia:

  1. Apreciação da ata da sessão ordinária do Conselho Universitário realizada em 25 de outubro de 2016.
  1. Processo nº 23080.027167/2012-12

Requerente: Pró-Reitoria de Extensão
Assunto: Apreciação da proposta de alteração da Resolução Normativa nº 8/CUn/2010, a qual estabelece as normas que regem a criação, o reconhecimento e o funcionamento de empresas juniores na Universidade Federal de Santa Catarina.
Relator: Conselheiro Wagner Leal Arienti
Relator de vista: Conselheiro Paulo Pinheiro Machado

  1. Processo nº 23080.074750/2015-65

Requerente: Lúcia Helena Martins Pacheco
Assunto: Apreciação do recurso interposto pela requerente em razão do indeferimento de recurso apresentado perante o Conselho de Unidade do Centro Tecnológico.
Relator: Conselheiro João Luiz Martins

  1. Processo nº 23080.062465/2016-82

Requerente: Rafael Bernardo Silveira
Assunto: Apreciação do recurso interposto pelo requerente referente ao Concurso regido pelo Edital nº 062/DDP/2016 – Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.
Relatora: Conselheira Lúcia Helena Martins Pacheco

  1. Processo nº 23080.076129/2016-17

Requerente: Auditoria Interna
Assunto: Apreciação do Plano Anual de Atividades de Auditoria Interna – PAINT 2017.
Relator: Conselheiro José Geraldo Mattos

  1. Informes gerais

Saiba mais:

O Conselho Universitário é o órgão mais importante da Universidade. Cabe a ele tomar decisões relativas à administração e à política da instituição.

Composição do CUn

Reitor Presidente
Vice-Reitor Vice-Presidente
Pró-Reitores
Diretores das Unidades Universitárias (Centros de Ensino)
Três representantes da:

  • Câmara de Ensino de Graduação
  • Câmara de Pós-Graduação
  • Câmara de Pesquisa
  • Câmara de Extensão
Um professor de cada Unidade Universitária Mandato de dois anos, permitida uma recondução
Um professor de Educação Básica da UFSC
Seis servidores técnico-administrativos
Seis estudantes
  • Indicados pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE)
  • Mandato de um ano, permitida uma recondução
Seis representantes da comunidade externa
  • Três indicados, respectivamente, pelas Federações da Indústria, do Comércio e da Agricultura, de dois indicados pelas Federações dos Trabalhadores do Estado de Santa Catarina e de um indicado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Santa Catarina
  • Mandato de dois anos, permitida uma recondução

Atribuições do CUn:

  • Exercer como órgão deliberativo, consultivo, normativo, a jurisdição superior da Universidade em matéria
    de ensino, pesquisa, extensão e administração;
  • Julgar, em grau de recurso, os processos originários das Câmaras de Ensino de Graduação, de Pós-Graduação, de Pesquisa e de Extensão, quando arguida a infringência à Lei;
  • Reformar o presente Estatuto por três quintos do total de seus membros,
    submetendo-o à aprovação pelo Órgão competente do Ministério da Educação;
  • Aprovar o Regimento Geral da Universidade e reformá-lo, obedecendo ao quórum do inciso anterior;
  • Elaborar e aprovar o seu próprio Regimento;
  • Aprovar o Regimento dos demais órgãos da Administração Superior;
  • Aprovar as normas e diretrizes sobre o regime de trabalho do pessoal docente;
  • Apreciar os planos plurianuais de atividades universitárias, apresentados pelo Reitor;
  • Normatizar, nos termos da legislação vigente, o processo eleitoral referente à escolha do Reitor e Vice-Reitor da UFSC;
  • Apreciar os vetos do Reitor às decisões do próprio Conselho;
  • Emitir parecer sobre a prestação anual de contas do Reitor;
  • Apurar a responsabilidade do Reitor quando, por omissão ou tolerância, permitir ou favorecer o não cumprimento de legislação;
  • Decidir sobre a criação, desdobramento, incorporação, fusão e extinção de Unidades
    Universitárias e sobre a agregação de estabelecimentos de ensino superior isolados, bem como
    sobre a criação, transformação de regime jurídico ou extinção dos Órgãos Suplementares, na
    forma da legislação;
  • Deliberar, em grau de recurso, sobre decisões administrativas do Reitor ou de outros órgãos ou autoridades universitárias, desde que tomadas por delegação desse;
  • Propor ao Governo Federal, quando apurada a responsabilidade de que trata o inciso XII do presente artigo, em parecer fundamentado e aprovado por 3/5 (três quintos) dos seus membros, a destituição do Reitor e/ou Vice-Reitor;
  • Decidir, após inquérito administrativo, sobre a intervenção em qualquer Unidade ou Subunidade, por motivo de infringência da legislação vigente;
  • Aprovar o Calendário Escolar;
  • Apreciar o relatório anual de atividades, apresentado pelo Reitor;
  • Deliberar sobre a concessão de dignidades universitárias;
  • Deliberar sobre outras matérias que lhe sejam atribuídas no presente Estatuto e no Regimento Geral, bem como sobre questões que neles ou em quaisquer outros regimentos sejam omissas, submetendo a decisão, quando necessário, à homologação do Conselho Nacional de Educação.

Fonte: Estatuto da UFSC

Mais informações: www.conselhos.ufsc.br / conselhos@contato.ufsc.br / (48) 3721-9522 ou 3721-4916

Facebook Twitter

Livro lançado pela Editora da UFSC destaca protagonismo de Henrique da Silva Fontes na fundação da Universidade
Publicado em 30 de novembro de 2016

livro_fontesO livro Henrique da Silva Fontes – Pensamentos, palavras e obras, organizado pelos professores Armen Mamigonian e Marli Auras, foi lançado nesta quarta-feira, 30 de novembro, na Livraria da Editora da UFSC, no Centro de Cultura e Eventos.

A obra é uma reedição de dois cadernos publicados há mais de meio século pelo próprio Henrique da Silva Fontes (1885-1966): Pensamentos, palavras e obras – Primeiro Caderno: da Faculdade e Filosofia (1960) e Pensamentos, palavras e obras – Segundo Caderno: Da Cidade Universitária (1962).

A diretora da Editora, Gleisy Regina Bóries Fachin, cumprimentou os presentes e os que participaram do processo de elaboração da obra, autores, familiares de Henrique Fontes, a vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann, a bibliotecária Alvaceli Lusa Braga, o professor Fábio Lopes e a equipe da EdUFSC.

A vice-reitora falou da importância do momento, “no sentido de valorização dos nossos docentes”; “do trabalho de escrever e de fazer com que as informações sejam reconhecidas e aproveitadas pela sociedade e no verdadeiro sentido do que é uma universidade, que apresenta em sua estrutura obras dessa natureza”.

Theresinha Fontes, filha de Henrique Fontes, esteve presente e as palavras escritas por ela foram lidas por um representante. Falou da felicidade de seus parentes pela reedição dos cadernos que resultou em um livro tão “primoroso”.

Os cadernos, do acervo da família, relatam as atividades de Henrique Fontes como encarregado dos estudos para a criação da Universidade de Santa Catarina, função que exercia, gratuitamente, por nomeação do governador do estado e a sua atuação na Faculdade de Filosofia, essencial para a efetiva instalação da Universidade.

A família agradeceu a UFSC “pela  busca da verdade e da justiça”. A nova edição,segundo os familiares veio “reavivar e reafirmar a inestimável participação de Henrique Fontes no processo educacional catarinense, destacando seu protagonismo na criação desta Universidade”, sonho concretizado em 1960 e “grande ideal de nosso saudoso e querido pai”.

As testemunhas oculares da história confirmam que Henrique Fontes dedicou 28 anos à causa universitária “sempre com entusiasmo e sem esmorecimento, enfrentou dificuldades e animosidades, mas venceu graças a sua credibilidade junto aos poderes público e político e também junto aos estudantes”.

Armen Mamigonian relembrou a oportunidade em 1958, ano que chegou à UFSC, de estar diante de um verdadeiro educador. Das muitas palavras que usou para caracterizar Fontes destacou o seu “enorme otimismo em relação ao Brasil e em Santa Catarina”, “sentido de justiça”, e a “coragem de enfrentar as dificuldades e de colocar as suas ideias em funcionamento”.

Quando a UFSC completou 35 anos, em 1995, Henrique Fontes foi homenageado com um busto, instalado na Praça da Cidadania. O busto e a ação do tempo ilustram a capa do livro. Para Armen, “a homenagem foi incompleta” já que segundo ele, Fontes foi responsável pela idealização e execução do projeto.  A construção da Faculdade de Filosofia fez com que os estudantes se posicionassem pela transferência das unidades do bairro Centro para a Trindade. “Florianópolis foi pioneira em ter um campus universitário graças à visão de Fontes”.

Finalizou sua participação lembrando que é um dever da Universidade e de todos nós de discutir esses textos para não ficarem esquecidas no papel.

Marli Auras, integrante da Comissão Memória e Verdade da UFSC desde 2014, dedicou-se, juntamente com estudantes bolsistas, ao levantamento da documentação histórica de 1960, ano de instalação do golpe civil-militar no Brasil e, ao mesmo tempo, da Universidade de Santa Catarina.

A equipe teve acesso aos acervos do Arquivo Central da UFSC, da família de Henrique Fontes, do setor de obras raras da Biblioteca Universitária (BU), e do Gabinete da Reitoria. “A ocorrência de duas cerimônias de implantação da UFSC, cada uma a seu tempo, é emblemática pois aponta para a existência de algo controverso”, disse Auras. Para ela, o livro traz à tona uma discussão “que possa fazer justiça ao meritório trabalho de um grande homem”.

Por fim, leu uma frase de Henrique Fontes, retirada da apresentação de ambos os cadernos: “Verdade é e raro não é atribuir-se a um o que é de outrem, dando-lhe pensamentos que nunca lhe passaram pela cabeça, palavras que nunca proferiu e obras de que não foi operário”.

Rosiani Bion de Almeida/Agecom/UFSC

Facebook Twitter

UFSC realiza culto ecumênico em honra à Chapecoense
Publicado em 30 de novembro de 2016

Organizado pela Associação Atlética do Centro Tecnológico (CTC) da UFSC, foi realizado, ao meio-dia desta quarta-feira, 30 de novembro, um culto ecumênico em homenagem às vitimas do acidente aéreo que tirou a vida de jogadores e dirigentes da Associação Chapecoense de Futebol e de jornalistas que se dirigiam a Bogotá.

A cerimônia, comandada pelo professor da UFSC e coordenador da pastoral juvenil, padre Wilian Vianna, contou com a presença do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo e da vice-reitora Alacoque Erdmann, além de cerca de 100 estudantes da UFSC, muitos deles oriundos de Chapecó.

De acordo com a mensagem lida pelo acadêmico Lucas Carmona, “é inevitável não estar abalado com esta fatalidade. Notamos o clima apático e de tristeza de nossos colegas hoje, por toda a UFSC. Por este motivo, nos unimos no Templo Ecumênico para, através do espirito de união e energias positivas, encontrarmos um pouco de conforto e transmitirmos boas vibrações para as famílias e amigos das vítimas desta tragédia”.

Facebook Twitter

Horário de verão da UFSC será de 12 de dezembro a 3 de março
Publicado em 30 de novembro de 2016

O horário de verão dos servidores docentes e técnico-administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em expediente das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira, iniciar-se-á na segunda-feira, 12 de dezembro, e irá até 3 de março de 2017, conforme a Portaria Normativa nº 89.

Excepcionalmente, no período de matrícula presencial de calouros, de 13 a 17 de fevereiro de 2017, o expediente será das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Nos setores onde houver prestação de serviços essenciais à comunidade, o expediente deverá ser mantido.

 

Facebook Twitter

Equipe Ampera Racing conquista terceiro lugar na Fórmula SAE Brasil
Publicado em 30 de novembro de 2016

Equipe Ampera Racing, da UFSC. (Foto: Divulgação)

Equipe Ampera Racing, da UFSC. (Foto: Divulgação)

A equipe Ampera Racing foi classificada em terceiro lugar na categoria veículos elétricos, durante a 13ª edição da Fórmula SAE Brasil. O resultado foi o melhor entre as universidades federais, com a conquista, ainda, da segunda colocação na prova de custos e elogios quanto à construção e design do carro.

Ampera Racing é um projeto de alunos do Centro Tecnológico (CTC) que se propõe a conceber, construir e testar veículos destinados a competição na Fórmula SAE Brasil, orientada pelo professor de Engenharia Elétrica Marcelo Lobo Heldwein. Dividida em quatro áreas de atuação, Mecânica, Elétrica, Marketing e Operações, a Ampera Racing conta com o apoio de patrocinadores para desenvolver veículos que concorrerão na Fórmula SAE Brasil. A Fórmula SAE é uma competição que avalia o desempenho de automóveis construídos por estudantes de Engenharia, e tem o objetivo de disseminar técnicas e conhecimentos sobre engenharia formulanáutica. Mais informações no site ou facebook do projeto

Facebook Twitter

UFSC sedia 2ª Semana de Combate às Fobias de Gênero na Saúde
Publicado em 29 de novembro de 2016

logoDe 29 de novembro a 1º de dezembro ocorrerá na UFSC a 2ª Semana de Combate às Fobias de Gênero na Saúde, no Centro de Ciencias da Saúde (CCS). A programação é parte do Mês da Diversidade Floripa 2016, com o tema “Amar sem Temer: Resistir e Lutar”, realizado pelo Fórum Diversidade da Grande Florianópolis, instituído por diversos coletivos, movimentos sociais, instituições, organizações e pessoas comprometidas com a Diversidade de Florianópolis com o objetivo de construção de uma comunicação ampla entre todos esses segmentos junto com as esferas de poder público e privado. Confira a programação.

A Saúde é um dos campos em que as pessoas Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis (LGBTT) mais encontram problemas para obterem acesso a serviços da mesma forma que os heterossexuais, tendo em vista que a formação dos profissionais de saúde parte de uma lógica que reduz o entendimento das pessoas por parte dos profissionais assumindo que todas são heterossexuais e as demais orientações e identidades sexuais são desviantes, consequência da chamada “heterossexualidade compulsória”.

Nesse sentido, os profissionais de saúde têm uma função primordial na garantia de direitos humanos e inclusão de pessoas LGBTT, mas ainda carece de modelos formativos em suas formações profissionais que garantam o entendimento e a possibilidade de intervenção que respeite a singularidade das pessoas, independente de suas orientações e identidades sexuais.

Na medida em que os serviços públicos de saúde são fundados sob o signo da universalidade do acesso, irrestrito a todos cidadãos brasileiros, é de imensa relevância a discussão da diversidade como “orientação sexual” e, baseado nas teorias que versam sobre a heteronormatividade na Sociedade Contemporânea atual, a vivencia prática nos referidos serviços implica diversas vezes na exclusão e invisibilidade das “orientações” não heterossexuais, com experiências de discriminação impetradas por profissionais responsáveis pela saúde das pessoas, independente da orientação e identicidade sexual dos pacientes.

Estudos desse fenômeno, em suas variadas formas de apresentação e sujeitos, têm figurado entre as pautas acadêmicas mais frequentes nas últimas décadas, diante da sua forte presença na sociedade, notadamente naquelas mais urbanizadas. Existe uma crescente preocupação direcionada, nacionalmente, a relevância e os impactos dessa temática nas condições de saúde da população. Mesmo em face aos avanços, como a Política Nacional de Saúde Integral de LGBTT, ainda persistem lacunas no entendimento de algumas questões concernentes à saúde e seus contornos em relação à temática do gênero.

Inscrições e mais informações no link.

O evento será realizado em parceria multi-institucional  entre o “Epicen@s: Núcleo de Estudos em Gênero e Saúde” da Universidade Federal de Santa Catarina ACONTECE – Arte e Política LGBT; EPICEN@S: Núcleo de Estudos em Gênero e Saúde; GPFAR -Grupo de Pesquisa em Farmacoepidemiologia; NEDAS – Núcleo de Estudos em Democracia e Associativismo na Saúde; NUPEBESC – Núcleo de Pesquisa e Extensão em Bioética e Saúde Coletiva; Observatório de Direitos Humanos e Saúde/UFSC; Fórum Diversidade da Grande Florianópolis; Departamento de Saúde Público/UFSC; e Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva/UFSC.

Facebook Twitter

Encontro discute tecnologias assistivas, mobilidade e moda inclusiva
Publicado em 29 de novembro de 2016

O Núcleo de Desenvolvimento Regional e Inovação (Nudri) promove o evento “Desenvolvimento e inovação social em debate – tecnologias assistivas: mobilidade e moda inclusivas”. O encontro será nesta quarta-feira, 30 de novembro, às 18h, no auditório da Sede Acadêmica da UFSC – Campus Blumenau.

Entre os palestrantes estão os professores da UFSC/Blumenau, Grazyella Cristina Oliveira de Aguiar e Daniel Alejandro Ponce Saldías, e o engenheiro Ângelo Marcos Gil Boeira.

DESENVOLVIMTO E INOVAÇÃO SOCIAL EM DEBATE (2) (1)

Facebook Twitter

Pós em Oceanografia promove palestra na Barra da Lagoa
Publicado em 29 de novembro de 2016

O Programa de Pós-Graduação em Oceanografia promove a palestra Towards a global methodology to assess coastal flooding impacts in view of climate change, com Michalis I. Vousdoukas (Joint European Research Center/Institute of Environment and Sustainability). O evento será realizado no LOC Barra da Lagoa, nesta quinta-feira, 1º de dezembro, às 10h.

2016-12_Michalis Vousdoukas.001

Facebook Twitter

Nota de solidariedade da Administração Central
Publicado em 29 de novembro de 2016

A administração da Universidade Federal de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Esportes e do Centro de Desportos (CDS), expressa sua mais absoluta tristeza pela perda de vidas no acidente aéreo que conduzia, entre outros, a equipe da Associação Chapecoense de Futebol. Num momento de profunda dor, manifestamos nossa total solidariedade às famílias de todos que nos deixaram nesta trágica circunstância, desejando paz, serenidade e força a amigos e familiares.

Luiz Carlos Cancellier de Olivo, Reitor

Facebook Twitter

Simpósio ‘Crônica: jornalismo, edição, tradução’ ocorre nos dias 14 e 15 de dezembro
Publicado em 28 de novembro de 2016

narrative-794978_1920O I Simpósio “Crônica: jornalismo, edição, tradução” será realizado na UFSC  nos dias 14 e 15 de dezembro. O evento é promovido pelo programa de pós-graduação em Estudos da Tradução (PGET/UFSC) e ocorre no Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Estão previstas duas conferências, uma delas com a professora Lúcia Granja, da Universidade Estadual Paulista (UNESP); a outra com o professor Julio Schvartzman, da Universidad de Buenos Aires (UBA).

O simpósio busca discutir a natureza e a circulação da crônica como gênero associado à imprensa e que experimenta uma reconfiguração quando da publicação em diferentes suportes (jornal, revista, livro), formatos (digital, impresso) e temporalidades (no momento, em hemerotecas e bibliotecas digitais), na própria língua ou em tradução. Qual é o espaço destinado à circulação das crônicas ao longo dos séculos XIX, XX e XXI? O que implica a edição das crônicas em livro? Há regularidades nas antologias de crônicas? Que impacto tem a digitalização das crônicas na leitura e na pesquisa sobre o gênero? Quais os eventuais diálogos entre a crônica brasileira e a crônica de outros países? Qual a exportabilidade da crônica brasileira e qual a importabilidade da crônica de outras línguas no Brasil? Estas são algumas das questões que nortearão o simpósio.

Mais informações pelo e-mail eventocronica2016@gmail.com ou pelo Facebook.

Facebook Twitter

Ocupações na UFSC devem terminar nesta semana
Publicado em 28 de novembro de 2016

Representantes de estudantes e Diretores de Centros de Ensino indicaram que as ocupações na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55 devem ser finalizadas ainda nesta semana. Eles participaram de reunião na manhã desta segunda-feira, 28 de novembro, com o procurador do Ministério Público Federal (MPF) Marcelo da Mota, o reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, a vice-reitora, Alacoque Lorenzini Erdmann, e um representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Alunos, pais e a diretora do Colégio de Aplicação, Josalba Ramalho Vieira, também participaram do encontro e anunciaram que já retomaram as atividades regulares.

O Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) e o Centro de Ciências da Educação (CED) estão com indicativo de desocupação para esta terça-feira, 29 de novembro, assim como o Centro Socioeconômico (CSE), que dependia de um acerto de alunos com a direção. Desta forma, os alunos destes centros fariam o processo de desocupação no dia 29 e deixariam os espaços para as atividades regulares a partir do dia 30 de novembro.

Os discentes do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) devem aguardar mais um dia porque a proposta de desocupação dos espaços será analisada nesta terça-feira pelo Conselho de Unidade. Os estudantes se comprometeram a deixar os espaços em 24 horas, caso seja aceita a pauta interna sugerida. No Centro de Ciências Biológicas (CCB), os alunos já cessaram o movimento de ocupação.

O encontro foi convocado pelo procurador do MPF. Ele se disse interessado em “entender o que estava acontecendo” e em buscar uma solução negociada para o conflito de valores e direitos. O Reitor, que recebeu uma recomendação do MPF na semana passada, de que a universidade deveria apresentar soluções para a desocupação em 72 horas, disse que este período foi um dos mais tensos, e um dos mais produtivos, já que “colocou no limite a nossa capacidade de resolução do problema”. Ele ressaltou que não haverá nenhum tipo de processo de criminalização do movimento. Cancellier ressaltou que conversou com o procurador Marcelo, por telefone, todos os dias, incluindo sábado e domingo, para avaliar a situação.

Os estudantes de cada centro se pronunciaram, e todos mostraram preocupação com a defesa da universidade pública. Eles ressaltaram que não houve impedimento do acesso às instalações, mas que os visitantes eram identificados e acompanhados por alunos por razões de segurança. Além da PEC 55, os alunos reforçaram a pauta local, principalmente em relação às verbas para a permanência estudantil.

Os movimentos de ocupação estudantil são contrários à PEC nº 55, que tramita no Senado e terá votação em 1º turno nesta terça-feira, dia 29, e, segundo eles, restringe os investimentos públicos em saúde e educação pelos próximos 20 anos. Também são contrárias a outras iniciativas do governo federal, como a Medida Provisória de reforma do Ensino Médio, a PEC da Escola Sem Partido e a PEC 65, do licenciamento ambiental.

Na próxima quarta feira haverá um novo encontro com o procurador Marcelo da Mota, agora com as atividades regulares na UFSC. Outra definição da reunião foi a garantia da realização do Concurso Vestibular, nos dia 10, 11 e 12 de dezembro, inclusive nos centros que tiveram ações de ocupação.

 

 

Facebook Twitter

Edital para uso externo do Centro de Cultura e Eventos recebe inscrições até esta quarta
Publicado em 28 de novembro de 2016

A Secretaria de Cultura e Arte da UFSC (SeCArte) lança edital para ocupação dos espaços do Centro de Cultura e Eventos pelo público externo. O edital destina-se à realização de eventos culturais e artísticos no período de 1º de fevereiro a 22 de dezembro de 2017. As inscrições são gratuitas e estão abertas de 21 a 30 de novembro.

O edital define os critérios para seleção de propostas nas áreas cultural e artística, mediante pagamento de taxa de ocupação do espaço público a ser utilizado, conforme resolução normativa 04/CC de 29 de novembro de 2010. Podem participar da seleção pessoas físicas ou jurídicas, com ou sem fins lucrativos.

O resultado será divulgado em 12 de dezembro.

Mais informações:
secarte@contato.ufsc.br
(48) 3721-3850 ou 6318

Facebook Twitter

Roda de Conversa com professor da UFRN sobre a situação atual e os historiadores
Publicado em 28 de novembro de 2016

downloadO Programa de Pós-Graduação em História promove uma Roda de Conversa com o professor Durval Muniz de Albuquerque Júnior, da Universidade Federal do Ri Grande do Norte (UFRN), sobre a situação atual e os historiadores. O encontro será na sala 10 do departamento de História da UFSC, no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), nesta segunda-feira, às 15 horas.

Durval é professor da UFRN e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É pesquisador 1A do CNPq e foi presidente da Associação Nacional de História (ANPUH). Autor de A invenção do Nordeste e muitos outros livros e artigos.

Facebook Twitter

Editora da UFSC lança obra com pensamentos, palavras e obras de Henrique Fontes
Publicado em 28 de novembro de 2016

De caixeiro e guarda-livros da casa comercial do pai em Itajaí aos 17 anos, a uma das grandes lideranças culturais e educacionais em Santa Catarina. Um longo caminho contado agora no livro “Henrique da Silva Fontes – Pensamentos, palavras e obras”, de Armen Mamigonian e Marli Auras, lançamento dessa quarta-feira na Livraria da Editora da UFSC, Centro de Eventos, às 11 horas.

A obra surgiu, originalmente, sob a forma de dois cadernos editados em separado há mais de 50 anos, ambos em Edição do Autor. Pensamentos, palavras e obras – Primeiro Caderno: da Faculdade e Filosofia, foi publicado no final de 1960. Já Pensamentos, palavras e obras – Segundo Caderno: Da Cidade Universitária saiu no início de 1962.

No primeiro caderno, Fontes, que aos 18 anos tornou-se bacharel em Ciências e Letras e, em 1927, aos 42 anos, colou grau na Faculdade de Direito do Paraná, apresenta a trajetória percorrida para a criação da Faculdade Catarinense de Filosofia – FAFI, desde a primeira reunião realizada em setembro de 1951 no Colégio Catarinense, até a finalização do primeiro prédio da faculdade, já na Cidade Universitária, então subdistrito da Trindade, em 1960. Para ele, isso era fundamental para preparar os professores dos cursos secundários e superiores.

Segundo o livro, a preocupação de Henrique Fontes com a formação de professores remonta aos anos 1920, quando assumiu a Diretoria de Instrução Pública durante o governo de Hercílio Luz e já afirmava que “sem a instrução real e eficientes dos mestres, isto, é formadores de novéis cidadãos, a independência nacional ainda está por completar, porque ignorância e semianalfabetismo são incompatíveis com a democracia”. Nesse período, iniciou a publicação da Série Fontes, composta de uma cartilha e quatro Livros de Leitura, destinados ao ensino elementar e distribuídos gratuitamente.

Nascido em 1885, Henrique Fontes é comparado por muitos a educadores como o baiano Anísio Teixeira, que no governo federal dos anos 1930 propôs a obrigatoriedade de faculdades de Filosofia nas universidades que estavam surgindo em São Paulo e no Rio de Janeiro, ou a Fernando de Azevedo e Paulo Freire, o pernambucano que criou um método revolucionário de alfabetização de adultos.

“Henrique da Silva Fontes – Pensamentos, Palavras e Obras – Armen Mamigonian e Marli Auras – Organização

Editora da UFSC – 212 páginas – 1ª edição – 2016

Facebook Twitter

Administração Central vai montar comissão especial para apuração de incidentes nos processos de ocupação
Publicado em 25 de novembro de 2016

A Administração Central da UFSC, diante dos episódios de conflito e violência, registrados durante o processo de ocupações em alguns Centros de Ensino, decidiu, nesta sexta feira, 25, instituir uma comissão conjunta, com participação de representantes dos órgãos de controle disciplinar, para apurar todos os casos que forem formalmente denunciados.

Serão integradas as ações da Secretaria de Aperfeiçoamento Institucional (SEAI), da Procuradoria Federal junto à UFSC (PF/UFSC), da Corregedoria Geral e da Ouvidoria, a partir de suas respectivas competências legais, para apurar todas as acusações formais que venham a ser recebidas por esses órgãos. Segundo o reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, todas as providências cabíveis serão adotadas dentro do devido processo legal, observando-se os prazos, o contraditório, a ampla defesa, a livre produção de provas e demais garantias constitucionais.

Facebook Twitter

Hospital Universitário participa de mutirão nacional de cirurgias e exames
Publicado em 25 de novembro de 2016

O Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago da UFSC, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, participa no próximo dia 30, quarta-feira, a partir das 8 horas, do mutirão nacional de cirurgias, exames e consultas. Serão feitos 10 exames de cateterismo diagnóstico e 24 exames de angiotomografia.

A iniciativa envolve mais de três mil pessoas nos 39 hospitais universitários federais filiados à Ebserh, presentes nas cinco regiões do Brasil. No caso d0 HU da UFSC, participam 11 profissionais entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem e radiologia.

A expectativa é diminuir em cerca de 32% a fila de espera dos hospitais e do Sistema Único de Saúde (SUS). Para alcançar o número, cada instituição definiu as especialidades que mais contemplam as necessidades de saúde de sua região.

Dos 39 hospitais que vão contar com atividades na data, 21 realizarão cirurgias visando atender mais de 1.000 pacientes. Já para procedimentos ambulatoriais como exames, diagnósticos e ações educacionais preventivas, 31 instituições da rede Ebserh disponibilizarão colaboradores para atender mais de 2.300 pessoas. No total, cerca de 1.000 profissionais de saúde vão atender em todo o país.

Em Santa Catarina, segundo os organizadores do Mutirão, a ideia é diminuir a demanda reprimida em cateterismo e zerar a fila em angiotomografia da Secretaria de Estadual de Saúde.

Ações educacionais e prevenção

E no dia 30 também será encerrada, no auditório do Hospital Universitário, a campanha “Todos juntos na prevenção da lesão por pressão”. Na abertura, partir das 9 horas, Cecília Arruda e Michel Faraco apresentam o projeto aplicativo “Sensibilização da equipe de enfermagem para qualidade e segurança no cuidado ao paciente do HU/UFSC.

Em seguida, Nádia Salum mostra os resultados finais da campanha e Ivete Canabarro o Plano de Segurança do paciente do HU/EBSERH/UFSC. A partir das 10h15, os organizadores exibem um vídeo sobre Segurança do Paciente no Hospital Universitário e Simone Vidal Santos explica a Prevenção de lesão por pressão em recém nascidos. Às 11 horas é a hora e a vez do stand up “As aventuras de Darci”.

A agenda ainda contempla no dia 30, às 10 e às 15 horas,  duas atividades educativas e de sensibilização com o tema “Mude de lado e evite a lesão por pressão – técnica do pêssego” com membros do GAO/UFSC.

Mais informações:

Maria de Lourdes Rovaris – Superintendente do Hospital Universitário –

Fones: (48) 3721-9163, 3721-9164 ou 3721-9165.

Mutirão de Cateterismo Diagnóstico: Ilza Schmidt de Brito Selhorst, Enfermeira, e-mail: ilzaschmidtdebritoselhorst@gmail.com, tel: (48) 9983-1327.

Mutirão de Angiotomografia:Ivone Rosini, Enfermeira, e-mail: ivonerosini@gmail.com, tel: (48) 9624-2073.

 

 

Mais informações:

Maria de Lourdes Rovaris – Superintendente do Hospital Universitário

Fones: (48) 3721-9163, 3721-9164 ou 3721-9165.

Mutirão de Cateterismo Diagnóstico: Ilza Schmidt de Brito Selhorst, Enfermeira, e-mail: ilzaschmidtdebritoselhorst@gmail.com, tel: (48) 9983-1327.

Mutirão de Angiotomografia:Ivone Rosini, Enfermeira, e-mail: ivonerosini@gmail.com, tel: (48) 9624-2073.

Facebook Twitter
  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 16 de maio 2011 - 13:08:31
SeTIC
Páginas UFSC